Transtorno Bipolar, sabe o que é?

É uma doença do foro psiquiátrico caraterizada por variações acentuadas de humor.

A doença bipolar, também designada por maníaco-depressiva, é uma doença do foro psiquiátrico caraterizada por variações acentuadas de humor, onde o paciente apresenta períodos de depressão e períodos em que está extremamente feliz ou mal humorado ou irritado.

 Existem 4 subtipos:

Tipo I – Caracteriza-se por fases de mania e depressão intensas. Por norma, os períodos de depressão duram mais que os episódios maníacos.

Tipo II – Caraterizada por fases de hipomania (alteração de humor semelhante à mania, mas com menos intensidade) e de depressão intensas. Os pacientes por norma têm períodos de humor mais prolongados, mas menos acentuados. Estudos mostram que as mulheres são mais propensas ao transtorno Bipolar tipo II.

Não especificado -  Pacientes que parecem ter transtorno bipolar, mas que não se encaixam em nenhuma categoria. No caso do tipo I, um episódio maníaco tem que durar pelo menos uma semana, mas se durar apenas três dias, os médicos podem identificar que o paciente tem transtorno bipolar não especificado.

Ciclotimia – Caracteriza-se pela presença de fases de hipomania e fases depressivas de intensidade leve a moderada. As pessoas com ciclotimia são muitas vezes consideradas como “extremamente temperamentais”. Alguns profissionais de saúde mental consideram a ciclotimia uma condição distinta do transtorno bipolar.

Estudos mostram que as mulheres são mais propensas ao transtorno Bipolar tipo II.

A quem afeta?

Tanto afeta homens como mulheres e por norma, começa entre os 15 e os 25 anos.

Sintomas da doença:

Na grande maioria das vezes não é claro perceber quando ou com que frequência se produziram os episódios maníacos ou quando e com que frequência se alteraram com fases depressivas.

A fase maníaca pode durar de dias as meses e alguns dos sinais de alerta são:

  • Maior facilidade em distrair-se
  • Maior irritabilidade
  • Pouco necessidade de dormir
  • Controlo deficiente do temperamento
  • Comportamentos imprudentes e falta de auto controlo
  • Fala muito
  • Envolvência excessiva em atividades

A fase depressiva pode incluir:
  • Tristeza ou estado de ânimo baixo diariamente
  • Dificuldade em concentrar-se, lembrar-se e tomar decisões
  • Problemas com alimentação, como falta de apetite
  • Perda de peso ou consumo exagerado de alimentos e aumento de peso
  • Fadiga
  • Sentimentos de inferioridade, desespero ou culpa
  • Falta de prazer em atividades que anteriormente gostava de fazer
  • Perda da auto estima
  • Pensamentos de morte ou suicídio
  • Dificuldade em conciliar o sono ou dormir demasiado
  • Afastar-se dos amigos e família
Causas:  

A causa deste transtorno é desconhecida, no entanto, ele surge com maior frequência a parentes de pessoas que já sofrem desta doença ou de qualquer outra forma de depressão.

Tratamento:

É das doenças mentais mais tratáveis. A combinação da medicina com a psicoterapia tem ajudado muitas pessoas que padecem desta doença a ter uma vida feliz e gratificante.

artigo do parceiro:

Comentários