Carapau ou sardinha? Qual o mais saudável?

São dois dos peixes de eleição dos portugueses. Liliana Oliveira, dietista, membro da Associação Portuguesa de Dietistas, acaba com a dúvida.

Apesar de as associarmos ao verão e aos festejos dos santos populares, as sardinhas, à semelhança dos carapaus, também já são ingeridas durante o ano inteiro. Mas será que um destes peixes é mais recomendado do que os outros? «Quando comparamos, por exemplo, 100 g de sardinha a 100 g de carapau, percebemos que a sardinha apresenta um valor calórico e de gordura superior, o que faz do carapau uma melhor opção, considerando, por exemplo, a questão da perda de peso», diz Liliana Oliveira.

«Ainda assim, ambas as opções apresentam vantagens e desvantagens», esclarece a dietista, membro da Associação Portuguesa de Dietistas. «Se a sardinha tem um maior teor de ácidos gordos polinsaturados, como o ómega-3 [fornece 2,7 g contra 1,1 g no carapau], que influenciam de forma positiva a saúde cardiovascular, revela um teor calórico e de gordura superior ao carapau», sublinha a especialista.

«Por seu lado, o carapau tem um menor teor calórico e de gordura, mas menor incidência de ácidos gordos polinsaturados. O ideal será, portanto, incluir mais peixe diariamente na alimentação, de preferência grelhado ou cozido», recomenda a dietista. Veja também a galeria de imagens com as variedades de peixe mais indicadas para o consumo de todos os dias.

artigo do parceiro:

Comentários