Treinar retarda o envelhecimento

Estudos recentes mostram que a prática de desporto retarda o envelhecimento.

É do conhecimento geral que a prática de exercício físico regular é fundamental para uma melhor qualidade de vida.

De acordo com um estudo desenvolvido pela Preventive Medicine, pessoas que se exercitam com frequência mostraram ter indicadores biológicos de envelhecimento que lhes dava uma aparência 9 anos mais jovens que aquelas que não praticam exercício físico.

Qual a frequência necessária para que esta transformação se faça sentir no seu organismo?

O estudo revelou que para que tal aconteça, é necessário correr 30 a 40 minutos por dia, 5 dias por semana.

Larry Tucker, autor do estudo, disse que “O exercício moderado ainda é valioso e teve algum benefício, mas foram realmente os altos níveis de atividade física que fizeram a verdadeira diferença”.

O estudo não é conclusivo no que concerne à responsabilidade direta do treino intenso, na redução do processo de envelhecimento. Este acontecimento pode dar-se indiretamente pelo fato da prática diária de exercício físico diminuir a inflamação e o stress oxidativo.

Independentemente da implicação do desporto ser direta ou indireta neste processo de diminuição do processo de envelhecimento, ele é crucial para que ele aconteça.

artigo do parceiro:

Comentários