2017 termina sem gala de eleição da Miss Angola

Dezembro está quase a terminar e pouco ou nada se fala sobre o mais conhecido evento que celebra a beleza feminina angolana, o “Miss Angola”. Esta demora fará com que Lauriela Martins, vencedora em 2016, mantenha o título mais alguns meses, sendo este o mandato mais longo da história do concurso.
créditos: Fernado Ribas

Embora nas redes sociais já exista quem fale em crise ou na falta de patrocínios, o SAPO entrou em contacto com o comité do concurso de beleza e apurou que o evento, com data habitualmente marcada para Dezembro, será desta vez realizado em Março de 2018.

Com os seus membros de férias, e regresso marcado para Fevereiro de 2018, o comité do Miss Angola pretende começar, a partir desse mês, a tratar de toda a preparação do concurso, revela uma fonte (a qual pediu anonimato) ligada ao órgão do concurso.

“O concurso Miss Angola sempre foi realizado em Dezembro, devido ao aniversário do Comité, porém, por imposição do Miss Universo (sob pena de Angola não participar mais nas próximas edições do grande concurso internacional), tivemos de mudar as regras e passar somente a escolher a representante da beleza angolana no ano correspondente. Isto é, a Miss Angola 2018 só poderá mesmo ser eleita em 2018, e não mais um ano antes, como sempre aconteceu”, explicou ainda.

Esse adiamento da “casa mãe” tem tido impactos nos comités provinciais, fazendo com que estes realizem igualmente as suas galas de eleição mais tarde do que o normal.

Comentários