Um quarto das crianças do planeta vive afetada por desastres naturais ou violência

Cerca de 535 milhões de crianças, ou seja, um quarto da população infantil mundial, vivem afetadas por desastres naturais, conflitos armados, violência ou crise, adverte o Fundo da ONU para a Infância (Unicef).

O organismo lançou este alerta durante uma reunião internacional, denominada Plataforma para a Redução do Risco de Desastres, realizada em Cancún.

"É essencial que os países saibam como avaliar os riscos que as crianças enfrentam em caso de desastre para poder desenvolver programas que fortaleçam a capacidade de recuperação", assinala em comunicado Christian Skoo, representante do Unicef no México.

Os delegados da instituição frisaram durante o encontro que os desastres naturais e a mudança climática estão a forçar milhares de crianças a fugir dos seus lares, colocando-os em risco de doenças.

O Unicef solicitou ainda a realização de um censo das crianças em situação de risco, a sua idade e onde vivem, a fim de tomar as medidas necessárias para minimizar o impacto dos fenómenos naturais. Também destacou a necessidade de que os países tenham a infraestrutura necessária para atender a população em caso de desastres e parem de usar as escolas como abrigos, o que impede que as crianças retomem a sua rotina educacional.

As doenças mais comuns na infância

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários