Criança morre com otite depois de pais recusarem tratar doença com medicamentos

O caso aconteceu em Itália. Francesco, um menino de sete anos, morreu no sábado em Ancoma, Itália, com uma otite grave depois dos pais terem recorrido a terapias alterativas.
créditos: Pixabay

Os pais da criança recusaram tratar o menino com medicamentos e recorreram à homeopatia, uma terapia alternativa sem evidência científica comprovada.

O menino foi internado na quarta-feira com febre alta e quase inconsciente, avança o jornal italiano "Corriere della Sera".

Segundo o referido jornal, a ineficácia da terapia alternativa terá afetado as funções vitais de Francesco e permitido o avanço da infeção.

O jornal escreve que o menino não tomou qualquer antibiótico e  esteva com dores e problemas nos ouvidos durante duas semanas.

A imprensa italiana indica ainda que esta não foi a primeira otite do menino e que os anteriores episódios da doença terão sido tratados sem recurso a fármacos.

A criança não recebia qualquer medicamentos desde os 3 anos, lê-se ainda no "Corriere della Sera".

5 coisas que deve saber sobre os ouvidos das crianças

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários