Sexo sem dor

Na hora H existem muitas coisas a ter em consideração para além do desejo e tesão pelo outro. Não basta posicionarem os corpos e haver penetração para ser ter uma relação sexual agradável, satisfatória e até memorável.

É importante a forma como se lida com o próprio corpo, até porque só assim se sabe do que se gosta mais e menos, para além de que quando se está à vontade consigo mesmo as coisas irão fluir de forma bem mais espontânea e confiante. É sempre importante que se faça as coisas de forma a ter e a dar prazer. Há mulheres que procuram um pouco mais de conforto, ou porque ainda se estão a iniciar na vida sexual ou porque, pura e simplesmente, sentem desconforto em algumas posições. Assim sendo, eis algumas que serão bastante prazerosas e que proporcionam muito prazer.

Conchinha
Se já ouviu falar desta então tem noção que a mesma não serve só para dormir aconchegado. Deitam-se os dois de lado na cama, sendo que o homem ficará atrás da mulher (esta de costas para ele). Aqui, a penetração pode acontecer em vários ângulos, mas uma vez que as nádegas servirão um pouco como obstáculo ao pénis, se este for muito grande é como se as nádegas e a própria posição rasa amortecessem na altura da penetração. Esta posição favorece a mulher porque pode controlar a intensidade, profundidade e movimentação da penetração. Não obstante, é excelente para todo o género de preliminares que aumentam a excitação: beijos no pescoço, orelhas, lambidelas, carícias nos seios, na vagina, no rabo, etc...

Missionário
Aqui a penetração acontece de forma mais fácil e evita qualquer tipo de desconforto. O homem deita-se em cima da mulher e assim o contato dos genitais é direto. Uma vez que será o homem a determinar a intensidade e profundidade da penetração, a comunicação torna-se essencial caso sejam as primeiras vezes da mulher, bem como a facilidade como ambos estão a reagir ao estímulo. É também uma posição muito íntima porque estarão frente a frente.

Comentários